Aldeias Históricas – 17 e 18 de agosto de 2024

Diz a tradição que o nome Marialva deriva do facto de D. Afonso II ter doado a povoação a uma senhora de nome D. Maria Alva, por quem se teria apaixonado. A Cidadela faz-nos recuar no tempo, e quase podemos ver o movimento de pessoas pelo castelo, pelas igrejas e pelas ruas.

Almeida é conhecida como “Estrela do Interior”. Guardiã da fronteira, a sua Praça Forte é um perfeito exemplar da arquitetura militar abaluartada com traçado hexagonal em estrela. As muralhas de Almeida são Monumento Nacional desde 1928.

Belmonte é terra dos Cabrais e A influência desta família é visível por todo o lado; terra natal de Pedro Álvares Cabral. A comunidade judaica de Belmonte está aí estabelecida desde a Idade Média, e são verdadeiros descendentes dos judeus sefarditas.

Monsanto recebeu o título de «aldeia mais portuguesa de Portugal» em 1938. A aldeia é o resultado de uma fusão harmoniosa da natureza com a obra humana trabalhada ao longo dos tempos. Os penedos graníticos estão de tal modo ligados às casas que lhe servem de chão, paredes ou tetos.

Uma imagem da Virgem foi encontrada por trás de uma murta grande e levada para a igreja de Monsanto. Tendo desaparecido novamente, foi encontrada no murtão onde surgira pela primeira vez. Foi então aí construída a ermida de Nossa Senhora do Almortão.

O ex-libris de Castelo Branco é o Jardim do Paço Episcopal (ou de S. João Batista) mandado construir pelo bispo da Guarda, D. João de Mendonça no século XVIII.

 

Partida: Aguim / Anadia

Data: 17 e 18 de agosto de 2024

Preço: 195 € (suplemento quarto individual: 30 euros)

Inclui: visitas e entradas nos locais indicados, serviço de guia-intérprete, áudio guias, 2 almoços, 1 jantar, alojamento em quarto duplo (1 noite), transporte e seguros

(mínimo 25 pessoas)

 

Locais a visitar:

  • Marialva (cidadela)
  • Almeida (centro histórico e Museu Militar)
  • Belmonte (centro histórico)
  • Monsanto (centro histórico e castelo)
  • Santuário de Nossa Senhora do Almortão
  • Castelo Branco (Jardim do Paço Episcopal)